Islão e Alcorão
Al An’am 6/145

Al An’am 6/145

Al An’am 6/145

….

قُلْ لَٓا اَجِدُ ف۪ي مَٓا اُو۫حِيَ اِلَيَّ مُحَرَّمًا عَلٰى طَاعِمٍ يَطْعَمُهُٓ اِلَّٓا اَنْ يَكُونَ مَيْتَةً اَوْ دَمًا مَسْفُوحًا اَوْ لَحْمَ خِنْز۪يرٍ فَاِنَّهُ رِجْسٌ اَوْ فِسْقًا اُهِلَّ لِغَيْرِ اللّٰهِ بِه۪ۚ فَمَنِ اضْطُرَّ غَيْرَ بَاغٍ وَلَا عَادٍ فَاِنَّ رَبَّكَ غَفُورٌ رَح۪يمٌ

Al An’am 6/145

Dize: “Não encontro, no que se me revelou, nada de proibido para quem queira alimentar-se, a não ser que seja animal encontrado morto, ou sangue fluido, ou carne de porco – pois é, por certo, abominação – ou perversidade: o animal imolado com a invocação de outro nome que Allah.” E aquele que é impelido a alimentar-se disso, não sendo transgressor nem agressor[¹] por certo, teu Senhor é Perdoador, Misericordiador.

 (Dr. Helmi Nasr, 2015)

[¹] Cf. II 173 n2.


Dize: De tudo o que me tem sido revelado nada acho proibido para quem necessita alimentar-se, nada além da carniça, do sangue fluente[¹] ou da carne de suíno, uma vez que tenham sido sacrificados com a invocação nem abuso, se vir compelido a isso, saiba que teu Senhor ó Indulgente, Misericordiosíssimo.

 (Prof. Samir El Hayek, 1974)

[¹] Sangue fluente: distinto do sangue aderente à carne, ou o fígado, ou qualquer outro órgão interno que purifica o sangue.


Dize: “Em tudo que me tem sido revelado, só encontro proibição, para quem quer alimentar-se, contra o animal morto, o sangue derramado, a carne de porco — uma imundície! – ou a profanação de invocar sobre os animais um deus que não seja Deus. Assim mesmo, a quem a necessidade compelir, sem premeditação de sua parte nem excesso, teu Senhor é perdoador e clemente.”

(Mansour Challita, 1970)


Dizei. ’Eu não acho no que me tem sido revelado coisa alguma proibida a um comedor que deseje comê-la. exceto se for o que morra por si próprio ou sangue sangrado, ou a carne dc suíno, —pois tudo isso é impuro— ou que é profano, sobre que é invocado o nome de outrem que não seja Allah. Mas quem quer que seja levado por desespero, não sendo desobediente nem excedendo o limite, então por certo o teu Senhor é o Mais Generoso, Misericordioso’.

 (Iqbal Najam, 1988)


6- Sura Al An'am
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 131 132 133 134 135 136 137 138 139 140 141 142 143 144 145 146 147 148 149 150 151 152 153 154 155 156 157 158 159 160 161 162 163 164 165

Most Viewed Posts