Islão e Alcorão
An Nissa 4/5

An Nissa 4/5

An Nissa 4/5

Não dai aos imaturos os vossos bens que Deus vos deu por vosso sustento. Com eles, os alimentai e os vesti. E dizei a eles palavras convenientes.

وَلَا تُؤْتُوا السُّفَهَٓاءَ اَمْوَالَكُمُ الَّت۪ي جَعَلَ اللّٰهُ لَكُمْ قِيَامًا وَارْزُقُوهُمْ ف۪يهَا وَاكْسُوهُمْ وَقُولُوا لَهُمْ قَوْلًا مَعْرُوفًا

An Nissa 4/5
[¹] O “السُّفَهَاءَ – assufaha” que nos traduzimos como imaturos é plural da palavra safih. Significa inepto ou inapto. Os ineptos mencionados aqui, são os que não possuem as qualificações declaradas no próximo versículo, ou seja, não são de idade da maioridade ou desde que não têm suficiência mental, agem imprudentemente e não usam a propriedade corretamente.

[²] Maruf significa conhecido. Essas informações são obtidas do Alcorão ou da tradição que não é contrária a ele. Seu oposto é munkar. “palavras convenientes” é a palavra verdadeira em todos os aspectos.

E não concedais aos ineptos vossas riquezas¹ que Allah vos fez por arrimo, e dai-lhes sustento delas², e vesti-os, e dizei-lhes palavras bondosas. 
 (Dr. Helmi Nasr, 2015)
[¹] Apesar de o Islão garantir a liberdade individual da gerência dos próprios bens, restringe-a, em determinados casos, quando possa haver perigo de corrupção social, como é o caso dos ineptos, que a promovem, quando esbanjam os próprios bens, e dos deficientes mentais, e, por isto, incapacitados de participar, em termos de igualdade, do exercício de atividades normais. 
[²] Sustentar e vestir os ineptos com o fruto da manipulação inteligente de suas riquezas e não com os próprios bens, que devem mostrar-se intatos, enquanto aplicados.
Não entregueis aos néscios¹ o vosso patrimônio, cujo manejo Deus vos confiou, mas mantende-os, vesti-os e tratai-os humanamente, dirigindo-vos a eles com benevolência.
 (Prof. Samir El Hayek, 1974)
[¹] Isto se aplica aos órfãos, mas a enunciação está perfeitamente generalizada. Os bens não somente acarretam direitos, mas também responsabilidades. Talvez o proprietário não possa, absolutamente, fazer o que lhe apraz; seus direitos são limitados ao benefício da comunidade, da qual ele é membro e se ele for incapaz de reconhecer isso, o seu controle sobre os mesmos deverá ser anulado. Todavia, isto não quer dizer que será tratado com rudeza. Pelo contrário, seus interesses devem ser protegidos e ele deverá ser tratado com especial condescendência.
E não dai aos tolos os vossos bens, os quais Allah fez para vós como um meio de sustento; mas com eles alimentai-os e vesti-os e dizei-lhes palavras de bondoso conselho.
 (Iqbal Najam, 1988)

Allah’ın, hayatınızı sürdürmeniz için verdiği mallarınızı olgunlaşmamış kişilere[1*] vermeyin. Onunla onları yedirin, içirin ve giydirin. Onlara marufa uygun[2*] sözler de söyleyin.

[1*] “Olgunlaşmamış kişiler” diye anlam verdiğimiz السُّفَهَاءَ  = es-sufehâ sefih’in çoğuludur. Sefih, akılsız veya aciz anlamlarına gelir. Burada sözü edilen sefihler, bir sonraki ayette belirtilen özelliklere sahip olmadıkları yani reşit konuma gelmedikleri için veya akli yeterlilikleri olmadığı için akılsızca davranıp malı doğru kullanamayan kişilerdir.

[2*] Maruf, bilinen demektir. Bu bilgi ya Kur’ân’dan ya da ona aykırı olmayan gelenekten elde edilir. Zıttı ‘münker’dir. “Marufa uygun söz”, her bakımdan doğru olan sözdür.

4- Sura An Nissa

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 131 132 133 134 135 136 137 138 139 140 141 142 143 144 145 146 147 148 149 150 151 152 153 154 155 156 157 158 159 160 161 162 163 164 165 166 167 168 169 170 171 172 173 174 175 176

Posts

Most Viewed Posts