Islão e Alcorão
Al Maidah 5/90

Al Maidah 5/90

Al Maidah 5/90

Ó vós que credes e confiais! Bebidas alcoólicas – intoxicantes[¹], jogos de azar[²], altares e loteria são abominações satânicas. Evitai-os, que possais obter o que esperais.

يَٓا اَيُّهَا الَّذ۪ينَ اٰمَنُٓوا اِنَّمَا الْخَمْرُ وَالْمَيْسِرُ وَالْاَنْصَابُ وَالْاَزْلَامُ رِجْسٌ مِنْ عَمَلِ الشَّيْطَانِ فَاجْتَنِبُوهُ لَعَلَّكُمْ تُفْلِحُونَ

Al Maidah 5/90
[¹] A palavra “khamr (خمر)” no texto do versículo significa aquilo que cobre a mente. Uma vez que todas as bebidas inebriantes e drogas intoxicantes obscurecem a mente, elas são todas “khamr (خمر)”. É narrado o Profeta disse: “Tudo o que intoxica é khamr. Tudo o que intoxica é haram.” (Muslim, Achriba, 73; Abu Dawud, Achriba, 5)

[²] A palavra maysir, que traduzimos como jogos de azar, vem da raiz “yusr = يسر”, que significa conveniência. É mencionado junto com “khamr” em três versos (Al Baqarah 2/219, Al Maidah 5/90-91). Isso inclui qualquer jogo que leve a ganhos fáceis e perda de propriedade.

[³] Sobre Azlam, vide nota de rodapé de Al Maidah 5/3.

Ó vós que credes! O vinho e o jogo de azar e as pedras levantadas com nome dos ídolos e as varinhas da sorte[¹] não são senão abominação: ações de Satã. Então, evitai-as na esperança de serdes bemaventurados. 
 (Dr. Helmi Nasr, 2015)

[¹] Cf. V 3 n5.
Ó fiéis, as bebidas inebriantes, os jogos de azar, a dedicação às pedras[¹] e as adivinhações com setas,[²] são manobras abomináveis de Satanás. Evitai-os, pois, para que prospereis.
 (Prof. Samir El Hayek, 1974)

[¹] Comparar com o versículo 219 da 2ª Surata, e respectiva nota. As pedras, aqui referidas, são as pedras do altar ou as colunas de pedra, nas quais era derramado óleo para a consagração, ou, ainda, as lajes sobre as quais se processava o ritual do sacrifício da carne para os ídolos. Qualquer prática idólatra ou supersticiosa é, aqui, condenada. Os ansab eram objetos de culto, comuns na Arábia pré-islâmica.
[²]Essas setas eram, também, usadas ara tirar a sorte, isto é, para vaticinar momentos de sorte ou de azar, ou para ficar sabendo dos desejos dos deuses pagãos, quanto a se o homem deveria ou não empreender certos atos.
Ó vós que credes, o vinho, os jogos de azar, os ídolos e as flechas da adivinhação são obras repugnantes do demônio. Evitai-os. E possais prosperar!	
(Mansour Challita, 1970)
Oh vós que credes’ Intoxicantes e o jogo de azar e ídolos e setas adivinhas são tão somente como uma abominação do trabalho manual de Satã. De modo que fugi de cada um deles para que vós possais prosperar.
 (Iqbal Najam, 1988)
5- Sura Al Ma'idah

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120

Posts

Most Viewed Posts