Islão e Alcorão
Al Baqarah 2/125

Al Baqarah 2/125

Al Baqarah 2/125

Fizemos a Casa[¹] um lugar para se reunir e estar em segurança para as pessoas. Tomai Estância de Abraão (onde Abraão costumava orar)[²] por lugar de oração. Encomendamos a Abraão e a Ismael: “Mantende a Minha Casa (Caaba) limpa para os circundantes[³], os retraídos[⁴], os que se curvam e se prosternam”

وَاِذْ جَعَلْنَا الْبَيْتَ مَثَابَةً لِلنَّاسِ وَاَمْنًاۜ وَاتَّخِذُوا مِنْ مَقَامِ اِبْرٰه۪يمَ مُصَلًّىۜ وَعَهِدْنَٓا اِلٰٓى اِبْرٰه۪يمَ وَاِسْمٰع۪يلَ اَنْ طَهِّرَا بَيْتِيَ لِلطَّٓائِف۪ينَ وَالْعَاكِف۪ينَ وَالرُّكَّعِ السُّجُودِ

Al Baqarah 2/125
[¹] Na língua árabe, bayt é chamado de lugar para pernoitar (Mufradat) 

"A primeira casa estabelecida para que seja uma fonte de abundância e mostrar a direção certa (qibla) para a humanidade é a que está em Bakkah." (Al Imran 3/96).

"A peregrinação à Casa é direito de Deus sobre os homens que até ela possa chegar. Quem ignora isso, saiba que Deus não precisa de ninguém." (Al Imran 3/97).

Bakkah é um vale que não cresce plantas (Ibrahim 14/37). Mas feito segura por Deus e feito para todos os tipos de produtos possam ser entregues a pessoas de todo o mundo (Baqara 2 / 125-126). Na Torá, é chamado de Vale Bakkah (Salmos 84:4-7). Depois que Abraão, junto com seu filho Ismail, reconstruiu a Kaaba em suas antigas fundações, Deus mostrou a ele os lugares onde as peregrinações e umrah eram realizadas (Baqara 2/128, 158, 196) e nomeou esses lugares Maqam Ibrahim (Al Imran 3/97). O motivo pelo qual é chamado Bakkah se deve à multidão (التباك = tebâkk) que se forma até quase esmaga um ao outro (Mufradat). Durante o Hajj, essa multidão é formada em Arafat, Muzdalifa, Mina, Kaaba, Safa e Marwah. O nome da cidade que contém o Vale Bakkah é Meca. A fronteira oeste se estende até Hudaybiya, que fica a 17 km de distância (Al Fath 48/24). O termo Masjid al-Haram também é usado para Meca (At Tauba 9/7). A Kaaba também é chamada de bayt (Al Baqarah 2/127, Al Maidah 5/2, 97).

[²] A palavra "maqam = مقـام" pode atribuir seu significado na forma singular ou plural, dependendo do contexto. Abraão orou a Deus dizendo: “Ensina-nos os nossos ritos (os locais de peregrinação e umrah)” (al-Baqara 2: 128), e realizou a peregrinação nos locais indicados. Isso significa que Maqam al Ibrahim são os lugares chamados Arafat, Muzdalifah, Jamarat, Safa, Marwa e Ka'ba, onde a peregrinação é realizada. 

[³] Tawaf é o ato de circundar ao redo de algo (Mufradat). A circunvolução dos lugares onde Abraão adorava inclui todos os lugares que precisam ser visitados durante a peregrinação e umrah, junto com a Kaaba (Al Baqarah 2/158).

[⁴] I'ticaf é "passar um tempo em uma mesquita com a intenção de adorar". 

E lembrai-vos de quando fizemos da Casa lugar de visita e segurança para os homens, e dissemos: “Tomai o Maqãm de Abraão por lugar de oração.” E recomendamos a Abraão e a Ismael: “Purificai Minha Casa para os que a circundam e para os que estão em retiro e para os que se curvam e se prosternam”.

 (Dr. Helmi Nasr, 2015)

[¹] Ou seja, da Ka ͨ bah, o primeiro templo de Deus, construído por Abraáo e Ismael, em Makkah. 

[²] O Maqam: o local em que Abraão permanecia em pé durante a oração; ou todo o templo, construído por Abraão, ou seja, a Kacbah (vide III 96); ou somente, a pedra, ao lado da Kabah, na qual Abraão se apoiava, enquanto construía o templo, e que ficou marcada com sua pegada (vide III 97). Aliás, é anelo de todo o crente, orar neste lugar.

[³] Para os que a circundam: "Al Tawàf”, tal como se denomina, no Islamismo, é parte fundamental da peregrinação a Makkah, e consiste na visita a Kacbah, circundando-a sete vezes, em louvor a Deus.

Lembrai-vos que estabelecemos a Casa(42), para o congresso e local de segurança para a humanidade: Adotai a Estância de Abraão por oratório. E estipulamos a Abraão e a Ismael, dizendo-lhes: “Purificai Minha Casa, para os circundantes (da Caaba), os retraídos, os que genuflectem e se prostram(43).

 (Prof. Samir El Hayek, 1974)

[¹] A Caaba é a Casa de Deus. Sua fundação remonta, pelas tradições árabes, aos tempos de Abraão. A sua forma cúbica refere-se aqui a: era o centro espiritual, ao qual todas as tribos árabes convergiam, para o exercício do comércio, para a disputa dos torneios poéticos e para a prática da adoração; era um território sagrado, respeitado, tanto por amigos, como por inimigos. Em certas épocas todas as lutas eram, e ainda são, proibidas dentro dos seus limites, e mesmo as armas não podiam ser carregadas, e tampouco caça alguma podia ser morta. A exemplo das cidades de asilo, sob o domínio judaico, nas quais o homicidas se podiam refugiar (Números 35:6), ou dos santuários da Europa medieval, nos quais os criminosos não podiam ser perseguidos, Makka foi reconhecido pelos costumes árabes como invioláveis às perseguições, às vinganças e à violência; era um local de oração; ainda hoje há a Estância de Abraão dentro dos seus limites, onde se supõe que ele orou; deve-se conservá-la pura e sagrada, para todos os propósitos. Embora o versículo, em sua totalidade, seja expresso na 1ª pessoa do plural, a Casa é chamada de "Minha Casa" (1ª pessoa do singular), para enfatizar a relação pessoal do Único e Verdadeiro Deus, e repudiar o politeísmo, que a degradava, antes de ser novamente purificada por Mohammad.

[²] Quatro rituais são, aqui, enumerados, os quais adquirem, agora, os seguintes significados técnicos: circungirar o sagrado território da Caaba (Tawaf); retirar-se para aquele local de remanso espiritual, para contemplação e oração (I’ticaf); inclinar as costas em oração (Ruku’); e prostrar-se no chão em oração (Sujud). A proteção do território sagrado é tarefa de todos, sendo que uma higienização e purificação especiais são requeridas, para o bem dos devotos que empreendem esses rituais.

E quando fizemos da Caaba um asilo e um santuário, dizendo: “Transformai em oratório o lugar onde Abraão rezava.” E pedimos a Abraão e a Ismael: “Purificai Minha Casa para os que andarem em volta dela e a ela se recolherem e para os que se inclinarem e se prostrarem.”

(Mansour Challita, 1970)


E recordai o tempo em que Nós fizemos a Casa um ponto de reunião para a humanidade e um lugar de segurança; e vós tomai a estância de Abraão como um lugar de oração. E Nós ordenamos a Abraão e a Ismael, dizendo. ‘Purificai a Minha Casa para aqueles que efetuam o circuito e para aqueles que la dentro ficam por devoção e para aqueles que se curvam reverentemente e se deixam cair prostrados em oração

 (Iqbal Najam, 1988)

2- Sura Al Baqarah

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 131 132 133 134 135 136 137 138 139 140 141 142 143 144 145 146 147 148 149 150 151 152 153 154 155 156 157 158 159 160 161 162 163 164 165 166 167 168 169 170 171 172 173 174 175 176 177 178 179 180 181 182 183 184 185 186 187 188 189 190 191 192 193 194 195 196 197 198 199 200 201 202 203 204 205 206 207 208 209 210 211 212 213 214 215 216 217 218 219 220 221 222 223 224 225 226 227 228 229 230 231 232 233 234 235 236 237 238 239 240 241 242 243 244 245 246 247 248 249 250 251 252 253 254 255 256 257 258 259 260 261 262 263 264 265 266 267 268 269 270 271 272 273 274 275 276 277 278 279 280 281 282 283 284 285 286

Most Viewed Posts