Islão e Alcorão
Al Fatihah 1/3

Al Fatihah 1/3

Al Fatihah 1/3

Ele é aquele cuja bênção é infinita, cuja misericórdia é abundante[¹].

الرَّحْمَٰنِ الرَّحِيمِ

Al Fatihah 1/3
[¹] As palavras “ar-Rahmaan = الرحمن” e “ar-Raheem = الرحيم” são ambas derivadas da mesma raiz de “rahmat = رحمة“. “Rahmat” é “Rahmat significa delicadeza que requer bênção e graça”. Quando usado como um atributo de Deus, o termo se refere apenas a “benção e graça” (Mufradat). 

“Ar-Rahman” é “aquele cuja benção abrange tudo“. Porque este atributo pertence exclusivamente a Deus, a palavra “ar-Rahman” foi traduzida como “cuja bênção é infinita”
A palavra “raheem = رحيم” significa “misericordioso”. Outras pessoas, além de Deus, também podem ter essa qualidade. O adjetivo “raheem” no Alcorão é usado por Muhammad (ﷺ) (At Tauba 9/128) e por muçulmanos ( Al Fath 48/29).

O Misericordioso, O Misericordiador¹.
 (Dr. Helmi Nasr, 2015)

[¹] A repetição dos epítetos de Deus, mencionados no Al Basmalah, não só enfatiza os aspectos vários da Graça de Deus, mas toma patente que a soberania não provém da força, mas da misericórdia e da graça de Deus para com todos os seres.
Clemente, o Misericordioso,
 (Prof. Samir El Hayek, 1974)
O Clemente, o Misericordioso,
(Mansour Challita, 1970)
O Clemente, o Misericordioso
 (Iqbal Najam, 1988)
Os Versículos de Al Fatihah - A Abertura

basmala 1 2 3 4 5 6 7

Most Viewed Posts