Islão e Alcorão
Al Bácara – A Vaca 2/60

Al Bácara – A Vaca 2/60

Certa vez, Moisés pediu água para seu povo. Dissemos: ‘Bate na pedra com tua vara!’ Doze fontes jorraram dela. Cada tribo soube de onde beber. (Dissemos-lhes:) ‘Comei e bebei do sustento de Deus, porém, não interrompeis a ordem natural devastando a terra!’

وَاِذِ اسْتَسْقٰى مُوسٰى لِقَوْمِه۪ فَقُلْنَا اضْرِبْ بِعَصَاكَ الْحَجَرَۜ فَانْفَجَرَتْ مِنْهُ اثْنَتَا عَشْرَةَ عَيْنًاۜ قَدْ عَلِمَ كُلُّ اُنَاسٍ مَشْرَبَهُمْۜ كُلُوا وَاشْرَبُوا مِنْ رِزْقِ اللّٰهِ وَلَا تَعْثَوْا فِي الْاَرْضِ مُفْسِد۪ينَ

(Al Bácara – A Vaca 2/60)

 

 

___________

Tafsir – Exegese de Al Bácara – A Vaca 2/60

 

Milagre

Não é possível para nenhum Profeta mostrar milagres por vontade própria, isso só acontece quando Deus quiser. Um dos milagres dados aos profetas anteriores é o evento que Moisés bateu na pedra e jorrou 12 fontes. Assim como algumas pessoas chegam à extremidade buscando coisas extraordinárias em milagres, algumas outras também os negam totalmente. A palavra “milagre” significa “deixar o ser humano incapaz”. Os mensageiros têm milagres. O milagre é uma prova de que uma pessoa é o mensageiro de Deus.

“O que nos impede de enviar os sinais não é senão que os antepassados os desmentiram. E concedêramos ao povo de Thãmud o camelo fêmea por sinal claro, e foram injustos com ele. E não enviamos sinais senão para amedrontar.” (17/59)

Como é entendido no versículo, nosso Profeta não tem milagres semelhantes aos milagres dos profetas anteriores. Hoje, atribuir os livros cheio de milagres ao profeta não muda essa situação. Além disso, o milagre de “A divisão da lua” que eles trazem evidências com verso também é fabricado. O evento da “divisão da lua ” é um evento muito maior do que a “divisão do mar”. Como o mundo inteiro veria “A divisão da lua”, deveria ter sido registrado em algum lugar e, como a divisão do mar foi descrita repetidamente no Alcorão de diferentes maneiras, ela também deveria ter sido descrita várias vezes no Alcorão. Diante dessa situação, as atitudes dos politeístas de Meca foram definitivamente explicadas em versículos. Além disso, a lei de Deus é imutável. De fato, a lei D’ele é castigar os infiéis depois de chegar o milagre.

“A Hora (do Juízo) se aproximou, e a lua se fendeu. Contudo, se eles veem um sinal, dão de ombros e dizem: ‘É magia constante.’” (54/1-2)

A frase “a lua se fendeu” é uma frase para os árabes, significando “tudo foi revelado como a lua”. Outro ponto importante é que a frase ” se eles veem um sinal (milagre)” foi usada no verso, não “eles viram milagre”. O milagre de Muhammad (saw) é o Alcorão. Todo mundo que conhece o Alcorão entende que a pessoa que o trouxe deve ser o mensageiro. Porque ele não é um livro que o homem possa escrever. Este é um milagre que ninguém poderia fazer, como a ressurreição dos mortos por Profeta Jesus com a permissão de Deus, fazer a estátua de um pássaro e tornar-se vivo quando ele sopra com a permissão de Deus e como o camelo de Profeta Saleh. Mas se esse pássaro voa para longe, a pessoa ressuscitada morre novamente e o camelo é cortado, eles perdem a característica de ser um milagre para a nova geração. O milagre do Alcorão é contínuo. Entende-se que se alguém lê o seu significado a qualquer momento, em qualquer lugar do mundo, a pessoa percebe que é um milagre e que a pessoa que o trouxe deve ser o mensageiro de Deus.

Desde que Deus compromete a proteger o Alcorão, seu milagre continuará até o dia do julgamento. Enquanto o Alcorão existir, a obrigação de acreditar em nosso Profeta Muhammad (saw) como mensageiro de Deus vai continuar e não haverá necessidade de um novo mensageiro.

Dissemos: ‘Bate na pedra com tua vara!’ Doze fontes jorraram dela. Cada tribo soube de onde beber.

Quando seu povo estava com sede, Moisés pediu água de Deus, bateu sua vara por ordem de Deus, 12 fontes jorraram da pedra e 12 tribos israelitas beberam delas. Se Deus não quisesse, não faria sentido que Moisés batesse sua vara na pedra e a água não jorraria. Mesmo que Moisés tivesse a capacidade de mostrar milagres, ele bateria sua vara diretamente na pedra e não pediria a ajuda de Deus. Como as pessoas corriam o risco de perder a fé o tempo todo, Deus apoiou constantemente o profeta com milagres. Portanto, Ele deu a Moisés nove milagres.

No Alcorão, Deus usa a palavra “sinal/verso” em vez da palavra “milagre” que nós usamos como documento profético. Tudo o que Deus criou é um milagre para o homem. Nós nunca temos a possibilidade de fazer como Ele faz. Porque mesmo que uma pessoa queira, ela não pode criar nem uma folha seca. Versos e suras no Alcorão também são milagres e, portanto, são chamados de “versos”. Convidamos aqueles que dizem Deus apenas fala dos versos de Alcorão tomando evidencia do uso da palavra “verso” no Alcorão para refletir sobre a expressão “O que nos impede de enviar os sinais não é senão que os antepassados os desmentiram” (Al Isra 17/59). Se Deus não tivesse falado de milagre, mas do versículo nesta expressão, não deveríamos ter versículos do Alcorão na nossa mão hoje. Eles também usaram a lei imutável de Deus no versículo ” Tal foi a lei de Deus no passado; jamais acharás mudanças na lei de Deus.” (Al Fath 48/23) para dizer “não há milagre”. Mas devemos entender como a lei de Deus é explicada no Alcorão de acordo com Sua vontade. É uma das Suas leis também que Deus Todo-Poderoso deu milagres a seus profetas como um documento de profecia.

O assunto do milagre não é mencionado apenas neste versículo, é mencionado em muitos versículos do Alcorão.

“Concedemos a Moisés nove sinais evidentes – pergunta, pois, aos israelitas, sobre isso -; então o Faraó lhe disse: Creio, ó Moisés, que estás enfeitiçado! Moisés lhe disse: Tu bem sabes que ninguém, senão o Senhor dos céus e da terra, revelou estas evidências, e por certo, ó Faraó, creio que estás condenado à perdição. E o Faraó quis bani-los da terra; porém, afogamo-lo, com os que com ele estavam.” (17/101-103)

É afirmado no Alcorão que nove versículos/ milagres foram dados a Moisés em dois versículos. Esses são Al-Isra 101 e An-Naml 12. Quando o Alcorão é estudado, vemos os nove milagres que o Faraó testemunhou pessoalmente entre os milagres dados a Moisés. Eles são “o dilúvio e os gafanhotos e os piolhos e as rãs e o sangue” (Al-A’raf 7/133) tornar a mão na cor alva, tornar a vara a uma cobra (27/10-12) – (26/32-38), a vara engolir as obras que os mágicos fizeram (26/32-46), e divisão do mar (26/60-66). Contudo, apesar dos versículos compreensíveis, há também aqueles que tentam substituir os 9 mandamentos dados a Moisés no Monte Sinai por 9 milagres neste versículo.

 

__________

Os Versículos de Al Bácara – A Vaca

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 5859 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 131 132 133 134 135 136 137 138 139 140 141 142 143 144 145 146 147148 149 150 151 152 153 154 155 156 157 158 159 160 161 162 163 164 165 166 167 168 169 170 171 172 173 174 175 176 177 178 179 180 181 182 183 184 185 186187 188 189 190 191 192 193 194 195 196 197 198 199 200 201 202 203 204 205 206 207 208 209 210 211 212 213 214 215 216 217 218 219 220 221 222 223 224 225226 227 228 229 230 231 232 233 234 235 236 237 238 239 240 241 242 243 244 245 246 247 248 249 250 251 252 253 254 255 256 257 258 259 260 261 262 263 264265 266 267 268 269 270 271 272 273 274 275 276 277 278 279 280 281 282 283 284 285 286

 

Posts

Most Viewed Posts