Islão e Alcorão
Al Maidah 5/3

Al Maidah 5/3

Al Maidah 5/3

Tornou-se proibido para vós o animal morto, sangue, a carne de porco e o que é imolado em nome de outro que não seja o de Deus. Também é proibido, os que morrem por estrangulamento, por golpe[¹], por queda, por chifradas e dilacerados por feras, exceto os que imolais antes que morrem. Também, é-vos proibido os que são imolados sobre os altares e que compartilheis (a carne) por meio de jogo de azar[²]. Tudo isso é perversidade[³]. Hoje, os que persistem em ignorar os versículos se desesperam da vossa religião. Não os temais, temei a Mim! Hoje, aperfeiçoei vossa religião para vós, completei Minha graça para convosco[⁴]. Aprovei o Islã como religião para vós. Quem é impelido pela fome a alimentar-se (do que é proibido) sem intenção de pecar, por certo, Deus é quem sempre perdoa e quem tem favor abundante.

حُرِّمَتْ عَلَيْكُمُ الْمَيْتَةُ وَالدَّمُ وَلَحْمُ الْخِنْز۪يرِ وَمَٓا اُهِلَّ لِغَيْرِ اللّٰهِ بِه۪ وَالْمُنْخَنِقَةُ وَالْمَوْقُوذَةُ وَالْمُتَرَدِّيَةُ وَالنَّط۪يحَةُ وَمَٓا اَكَلَ السَّبُعُ اِلَّا مَا ذَكَّيْتُمْ وَمَا ذُبِحَ عَلَى النُّصُبِ وَاَنْ تَسْتَقْسِمُوا بِالْاَزْلَامِۜ ذٰلِكُمْ فِسْقٌۜ اَلْيَوْمَ يَئِسَ الَّذ۪ينَ كَفَرُوا مِنْ د۪ينِكُمْ فَلَا تَخْشَوْهُمْ وَاخْشَوْنِۜ اَلْيَوْمَ اَكْمَلْتُ لَكُمْ د۪ينَكُمْ وَاَتْمَمْتُ عَلَيْكُمْ نِعْمَت۪ي وَرَض۪يتُ لَكُمُ الْاِسْلَامَ د۪ينًاۜ فَمَنِ اضْطُرَّ ف۪ي مَخْمَصَةٍ غَيْرَ مُتَجَانِفٍ لِاِثْمٍۙ فَاِنَّ اللّٰهَ غَفُورٌ رَح۪يمٌ

Al Maidah 5/3
[¹] Animais mortos ao bater na cabeça ou em qualquer parte do corpo com um objeto duro, como um pau ou uma pedra. 

[²] Na Era da Ignorância, um camelo comprado por uma comunidade de no máximo sete pessoas estava abatido e dividido em dez partes: presuntos, coxas, patas dianteiras e traseiras e ombros. A cabeça e as patas do camelo foram retiradas pela pessoa que imolou o animal, e os pequenos pedaços restantes foram divididos igualmente entre as dez peças anteriores. Antes do sorteio, os jogadores participantes deste jogo escolheriam aquele de acordo com sua força financeira e posição social entre as flechas marcadas com suas ações e valores de risco de um a sete. Como a soma dessas flechas era de vinte e oito, os proprietários das flechas de até dez ações, que apareceram em primeiro lugar no sorteio, foram considerados vencedores, enquanto os outros foram considerados perdedores. Era considerado vergonhoso para quem perdia, ou seja, quem não tinha direito a uma parte do camelo que foi objeto do sorteio, comer a carne daquele camelo. (DIA, “Maysir”). O versículo considerou isso como um jogo de azar e proibiu o compartilhamento da carne dessa maneira.

[³] Fisq é um infinitivo que significa desviar do caminho certo. Neste versículo, é usado como um nome que indica a característica comum das coisas que são descritas como não lícitas (Al An’am, 6/121 e 145).

[⁴] O que é perfeito não pode ser adicionado ou subtraído. Todos os tipos de acréscimos e subtrações feitas à religião no Alcorão remove uma pessoa dessa religião e a torna um mushrik (Al Baqarah 2 / 136-138, Al Imran 3/85, Al An’am 6/14, Hud 11 / 1-2). 

É-vos proibido o animal encontrado morto e o sangue e a carne de porco e o que é imolado com a invocação de outro nome que o de Allah; e o animal estrangulado e o que é morto por espancamento e por queda e por chifradas e o que a fera devora, parcialmente - exceto se o imolais¹ - e o que é imolado sobre as pedras levantadas, em nome dos ídolos; e é-vos proibido que adivinheis o destino por meio de varinhas da sorte². Isso é perversidade. - Hoje, os que renegam a Fé se desesperam de aniquilar vossa religião. Então, não os receeis, e receai-Me. Hoje³ eu inteirei vossa religião, para vós, e completei Minha graça para convosco e agradei-Me do Islão como religião para vós. - Então, quem é impelido pela fome a alimentar-se do que é proibido, sem intuito de pecar, por certo, Allah é Perdoador, Misericordiador.
 (Dr. Helmi Nasr, 2015)

[¹] Se estes animais mencionados são apanhados, ainda, com vida, e, em seguida, imolados, serão considerados lícitos para alimento. 
[²] Prática pré-islâmica que consistia na leitura de varinhas em forma de pequenas flechas, quando se desejava fazer importante empreendimento, como viagem, negócios, casamento, etc.. Estas varinhas eram guardadas na KaCbah e traziam inscrito, ora "Deus me ordena", o que possibilitava o empreendimento; ora "Deus me proíbe", o que obstava; outras, ainda, não traziam inscrição alguma, obrigando- se, com isso, ao reinicio do sorteio, para definir-se o ato. 
[³] Este versículo foi revelado, no dia da Peregrinação da Despedida, ou seja, no dia da última peregrinação feita pelo Profeta, antes de morrer. Isso ocorreu, logo depois de os moslimes conquistarem Makkah e de ser concluída a Mensagem de Muhammad. 
Estão-vos vedados: a carniça, o sangue, a carne de suíno e tudo o que tenha sido sacrificado com a invocação de outro nome que não seja o de Deus¹; os animais estrangulados, os vitimados a golpes, os mortos por causa de uma queda, ou chifrados, os abatidos por feras, salvo se conseguirdes sacrificá-los ritualmente²; o (animal) que tenha sido sacrificado nos altares[³]. Também vos está vedado[³] fazer adivinhações com setas, porque isso é uma profanação. Hoje, os incrédulos desesperam por fazer-vos renunciar à vossa religião. Não os temais, pois, e temei a Mim! Hoje, completei a religião para vós⁵; tenho-vos agraciado generosamente sem intenção de pecar, se vir compelido a (alimentar-se do vedado), saiba que Deus é Indulgente, Misericordiosíssimo.
 (Prof. Samir El Hayek, 1974)

[¹] A proibição do consumo da carne de animais mortos por doença, do sangue, da carne de suíno e da carne de animais, em cujo abate tenho sido invocado outro nome que não o de Deus, está explicada na nota do versículo 173 da 2ª Surata.

[²] Se o animal morre estrangulado, ou vítima de um golpe violento, ou de uma queda de ponta-cabeça, ou se recebe chifradas (em luta) de outro animal até morrer, ou se é atacado por outro animal selvagem, a pressuposição que se tem é que se transforma em carniça, uma vez que o sangue vital se coagula antes de ser retirado do corpo. Contudo, a pressuposição pode ser refutada. Se o sangue vital ainda fluir e o modo solene de abate (dabh), em nome de Deus, como sacrifício, for observado, então essa carne será lícita para ser consumida.

[³] Este era, também, um rito idólatra, diferente daquele em que um sacrifício era dirigido a um ídolo em particular, ou a um falso deus.

[⁴] Os jogos de todas as espécies são proibidos (2ª Surata, versículo 219). Uma espécie de loteria ou roleta, praticada pelos árabes idólatras, foi descrita na nota do versículo 219 da 2ª Surata. A divisão da carne, feita dessa maneira, é aqui proibida, porquanto constitui uma forma de jogo.

[⁵] O último versículo cronologicamente revelado, marcando a aproximação do fim da missão de Mohammad na terra.
São-vos vedados o animal morto, o sangue, a carne de porco e os animais imolados sob a invocação de outro nome que não o de Deus, os animais estrangulados, os animais mortos por espancamento ou de queda ou por chifradas e os devorados por feras, exceto os que imolardes quando ainda com vida. São-vos também vedados os animais sacrificados aos ídolos. É-vos ainda vedado ajustar vossas disputas pelas flechas da adivinhação: esta é uma prática condenável. Os descrentes desesperam de vos desviar de vossa religião. Não os temais. Temei somente a Mim. Hoje, completei para vós vossa religião, e rematei Minha graça sobre vós, e escolhi para vós a submissão. Contudo, quem for impelido pela fome a desobedecer a essas determinações sem intenção de pecar, Deus é perdoador e misericordioso.
(Mansour Challita, 1970)
Proibida vos é a carne dum animal que morra por si próprio, e o sangue e a carne de suíno; e aquela sobre que seja invocado o nome de um outro que não Allah; e aquela que tenha sido estrangulada; e aquela que lenha sido batida até à morte; e aquela que tenha sido morta por uma queda; c aquela que tenha sido espetada até morrer; e aquela que um animal feroz tenha comido, exceto aquela que vós tiverdes propriamente abatido: e aquela que tenha sido abatida num aliar como uma oferenda aos ídolos. E proibido é também isto: que vós procureis saber a vossa sorte por meio das setas adivinhas. Isso é um ato de desobediência. Este dia têm os que descreem, desesperados de prejudicar a vossa religião. De modo que não os temei, mas temei-me a Mim. Este dia aperfeiçoei Eu para vós a vossa religião e completei o favor que vos concedo, e para vós escolhi o Islã como Religião. Mas quem quer que seja forçado pela fome, sem ser de vontade inclinado ao pecado, então, por certo Allah é o Mais Generoso e Misericordioso.
 (Iqbal Najam, 1988)
5- Sura Al Ma'idah

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120

Posts

Most Viewed Posts