Revelação e Corroboração

Há a mesma afirmação que tem na Maida 32 “quem mata uma pessoa, sem que tenha sido cometido homicídio” passa no capítulo do Talmude Midrash 4: 5. Como entendemos que o Alcorão se refere a “Por isso, prescreve aos israelitas” no Talmude, mas não na Torá?

Revelação e Corroboração

Em nenhum verso, não é corroborado que o Alcorão confirma diretamente a Torá ou o Evangelho. Nos versos relacionados, é enfatizado que o Alcorão confirma o que corrobora o que eles têm. Alguns versos são os seguintes:

وَآمِنُواْ بِمَا أَنزَلْتُ مُصَدِّقاً لِّمَا مَعَكُمْ وَلاَ تَكُونُواْ أَوَّلَ كَافِرٍ بِهِ وَلاَ تَشْتَرُواْ بِآيَاتِي ثَمَناً قَلِيلاً وَإِيَّايَ فَاتَّقُونِ

“Crede no que revelei, e que corrobora a revelação que vós tendes; não sejais os primeiros a negá-lo, nem negocieis as Minhas leis a vil preço, e temei a Mim, somente. “ (Al Bácara | A Vaca 2:41)

وَلَمَّا جَاءهُمْ كِتَابٌ مِّنْ عِندِ اللّهِ مُصَدِّقٌ لِّمَا مَعَهُمْ وَكَانُواْ مِن قَبْلُ يَسْتَفْتِحُونَ عَلَى الَّذِينَ كَفَرُواْ فَلَمَّا جَاءهُم مَّا عَرَفُواْ كَفَرُواْ بِهِ فَلَعْنَةُ اللَّه عَلَى الْكَافِرِينَ

“Quando, da parte de Deus, lhes chegou um Livro (Alcorão), corroborante do seu – apesar de antes terem implorado a vitória sobre os incrédulos – quando lhes chegou o que sabiam, negaram-no. Que a maldição de Deus caia sobre os ímpios!” (Al Bácara | A Vaca 2:89)

يَا أَيُّهَا الَّذِينَ أُوتُواْ الْكِتَابَ آمِنُواْ بِمَا نَزَّلْنَا مُصَدِّقًا لِّمَا مَعَكُم مِّن قَبْلِ أَن نَّطْمِسَ وُجُوهًا فَنَرُدَّهَا عَلَى أَدْبَارِهَا أَوْ نَلْعَنَهُمْ كَمَا لَعَنَّا أَصْحَابَ السَّبْتِ وَكَانَ أَمْرُ اللّهِ مَفْعُولاً

“Ó adeptos do Livro, crede no que vos revelamos, coisa que bem corrobora o que tendes, antes que desfiguremos os rosto de alguns1, ou que os amaldiçoemos, tal como amaldiçoamos os profanadores do sábado2, para que a sentença de Deus seja executada!” (An Nissá | As Mulheres 4:47)

Os judeus, no século IV, começaram atrasado do processo de compilação de revelações dos profetas e canonização. Houve também grandes debates durante este período de canonização. Os judeus tiveram longos debates sobre quais textos deveriam deixar e quais devem ser excluídos. Como resultado desses debates, surgiu a coleção do Antigo Testamento, que temos hoje. No entanto, existem textos que não estão incluídos no Antigo Testamento, embora existam revelações. Esses textos podem ser vistos nas fontes secundárias de judeus (como o Talmud). Se Alcorão tivesse dito que “corrobora a Torá” seria uma grande contradição que a informação que passa no Talmude corroborado na Surata Maida verso 32. No entanto, não há contradição no Alcorão, pois explica que ele reconhece todos os tipos de revelações.

Vedat Yılmaz

  1. Literalmente quer dizer: “Antes que obliteremos as feições (ou rostos) de alguns, fazendo com que suas cabeças se virem para trás (ou que suas costas se voltem para a frente)”, constituindo um idiotismo árabe que deve ser livremente traduzido, para que proporcione um significado adequado em português. O rosto é a principal expressão da real essência do próprio homem; ele constitui, também, o índice da sua fama e estima. Os adeptos do Livro foram especialmente favorecidos por Deus, quanto às revelações espirituais. Se se mostrassem indignos, haveriam de perder os seus “rostos”. Sua eminência deveria, face à sua própria conduta, degenerar-se em degradação. Outros tomar-lhes-iam o lugar.
  2. Comparar com o versículo 65 da 2ª Surata, e respectiva nota.