O que significa “hudan” (2: 235, comumente traduzido como judeus), e qual é a diferença entre Hadu e Al-Iahudu (2: 113)? E por que Allah diz em 2:62 “Os crentes, “hadu”, “an-Nasara” e “as-Sabiin”? Por que os cristãos e os sabeus são escritos como substantivos, enquanto aqueles que acreditam e os judeus são descritos com um verbo?

Palavras de Iahudiyyun e Haadu que Expressam Os Judeus no Alcorão

Primeiro de tudo, a palavra Iahud não é árabe. Os filhos de Jacó (as) foram divididos em 12 tribos depois dele. Após a morte de Salomão (as), 12 tribos de Israel dividiram-se em dois reinos. Reino do Norte de Israel e Reino de Judá. Iahud significa “pessoa do reino de Judá”.

Na expressão “الَّذِينَ هَادُوا” no capítulo Hajj 22:17 a palavra “هَادُوا” é passado (madhi) na forma verbal plural. Significa “eles se tornaram judaístas”.

A expressão “هُودًا” em Bacara 2: 135 é a forma de Ism al-fāʿil jam’i (substantivo ativo plural) do verbo “هَادَ” que é usado em 22:17.

Como resultado, as palavras mencionadas em 2: 135 e 22:17 são todas da raiz “هَادَ”. Além destes, há versos em que a palavra “يهودي” “Iahudiyyun” é usada. A forma plural deste substantivo é “يهود” “Iahud”. Assim como no exemplo de “مجوسي” “majusiyyun” e pl. “مجوس – majus”.

Estas são as palavras que foram levadas para a língua árabe a partir da língua falada, como elas foram ouvidas. Isso significa que eles não foram derivados de uma raiz de palavra específica.

Para comparar seus significados, podemos dizer, a preferência pela crença é proeminente nas palavras derivadas da raiz do verbo. As outras palavras, mais freqüentemente, enfatizam a pertença a uma certa religião.

By |2019-01-31T09:21:47+00:0008/12/2018|Categories: Alcorão, Religiões|
Este site usa cookies e serviços de terceiros. Ok