O que significa “Alcorão”?

O que significa Alcorão?

A palavra “corão” deriva do substantivo verbal (masdar) da palavra “caraa = قرأ” cujo significado de raiz é “compilação”. É usado como um substantivo com o significado “maqru = مقروء”, que pode ser traduzido como “unidade” ou “conjunto”. Uma vez que “recitar” é um ato de “juntar as palavras para entender o significado”, o significado da palavra “corão= قرآن” também é atribuída de “recitação”. Não há uma forma plural da palavra. A mesma palavra é usada para se referir a significados tanto singulares como plurais. Portanto, , a palavra “corão” também pode ser atribuída o significado de “mais de um corão = corãos”. Então, “corão” é “um conjunto ou conjuntos de versos”.

Existem quatro tipos diferentes de conjuntos que trazem os versos juntos. Eles são os seguintes:

1- O primeiro significado que vem à mente pela menção da palavra “corão” é “o Livro Principal em Lawh al-Mahfooz, (A Tableta Protegida). O versículo relacionado é:

إِنَّهُ لَقُرْآنٌ كَرِيمٌ . فِي كِتَابٍ مَّكْنُونٍ . لَّا يَمَسُّهُ إِلَّا الْمُطَهَّرُونَ . تَنزِيلٌ مِّن رَّبِّ الْعَالَمِينَ

“Este é um Alcorão honorabilíssimo, Num Livro bem guardado, Que não tocam, senão os purificados! É uma revelação do Senhor do Universo.” (Al Wáqui’a 56:77-80)

Esse Alcorão glorioso é o maior conjunto que é a fonte de todos os versículos que Deus enviou aos profetas (nabi) de Noé (a paz esteja com ele) em diante. O versículo relacionado é:

شَرَعَ لَكُمْ مِنَ الدِّينِ ما وَصَّى بِهِ نُوحاً وَالَّذِي أَوْحَيْنا إِلَيْكَ وَما وَصَّيْنا بِهِ إِبْراهِيمَ وَمُوسى وَعِيسى أَنْ أَقِيمُوا الدِّينَ وَلا تَتَفَرَّقُوا فِيهِ كَبُرَ عَلَى الْمُشْرِكِينَ ما تَدْعُوهُمْ إِلَيْهِ اللَّهُ يَجْتَبِي إِلَيْهِ مَنْ يَشاءُ وَيَهْدِي إِلَيْهِ مَنْ يُنِيبُ . وَما تَفَرَّقُوا إِلاَّ مِنْ بَعْدِ ما جاءَهُمُ الْعِلْمُ بَغْياً بَيْنَهُمْ وَلَوْلا كَلِمَةٌ سَبَقَتْ مِنْ رَبِّكَ إِلى أَجَلٍ مُسَمًّى لَقُضِيَ بَيْنَهُمْ وَإِنَّ الَّذِينَ أُورِثُوا الْكِتابَ مِنْ بَعْدِهِمْ لَفِي شَكٍّ مِنْهُ مُرِيبٍ

“Prescreveu-vos a mesma religião que havia instituído para Noé, a qual te revelamos, a qual havíamos recomendado a Abraão, a Moisés e a Jesus, (dizendo-lhes):  em verdade, os idólatras se ressentiram daquilo a que os convocaste, Deus elege quem Lhe apraz e encaminha para Si o contrito.

Mas não se dividiram senão por inveja, depois de lhes ter chegada a ciência. E se não tivesse sido por uma palavra proferida por teu Senhor, para tolerá-los até um término prefixado, já os teria julgado. Em verdade, aqueles que, depois deles, herdaram o Livro, estão em uma inquietante dúvida, acerca do mesmo.” (Ax-Xura 42:13-14)

2- O segundo tipo de conjunto de versos é Surah. Cada um dos suratas (capítulos) também são chamados de “alcorão”. Um verso relevante é:

وَلَقَدْ آتَيْنَاكَ سَبْعًا مِنَ الْمَثَانِي وَالْقُرْآنَ الْعَظِيمَ

“Em verdade, temos-te agraciado com os sete versículos reiterativos, assim como com o magnífico Alcorão.” (Al-Hijr 15/87)

3- Os conjuntos de versos dentro dos capítulos (suratas) também são chamados de “alcorão”. Na verdade, os versículos que foram enviados no início da profecia de Muhammad (a (a paz esteja com ele) foram chamados de “alcorão” por Deus porque eles constituem um conjunto de versos dentro do capítulo em que residem. O verso relevante é o seguinte:

شَهْرُ رَمَضَانَ الَّذِيَ أُنزِلَ فِيهِ الْقُرْآنُ

“O mês de Ramadan foi o mês em que foi revelado o Alcorão (conjuntos dos versos)” (Al Bácara 2:185)

4- Existem também conjuntos de versos que não estão ligados. Esses conjuntos são coleções de versos em diferentes capítulos, e eles são formados usando o método de mutashabih-mathani (pares semelhantes). Um verso relevante é:

وَقُرْآنًا فَرَقْنَاهُ لِتَقْرَأَهُ عَلَى النَّاسِ عَلَى مُكْثٍ وَنَزَّلْنَاهُ تَنْزِيلًا

“É um Alcorão que dividimos em partes, para que o recites paulatinamente aos humanos, e que revelamos por etapas.” (Al Isrá 17:106)

“Mukth = مكث” significa “expectativa”. Quando alguns versículos novos foram enviados para o Mensageiro de Deus e esses versículos precisavam de mais detalhes para poder tomar uma decisão usando-os em uma questão relacionada, criou expectativas para que outros versículos fossem enviados. Aqueles versos esperados estariam dando detalhes e explicando os versos anteriores enviados. Isto prova que versos que pertencem ao mesmo conjunto semântica também poderiam ser enviados parte por parte, em momentos diferentes. O versículo a seguir esclarece o que foi dito acima:

وَلَا تَعْجَلْ بِالْقُرْآنِ مِن قَبْلِ أَن يُقْضَى إِلَيْكَ وَحْيُهُ وَقُل رَّبِّ زِدْنِي عِلْمًا

“Exaltado seja Deus, o Verdadeiro Rei! Não te apresses com o Alcorão antes que sua inspiração te seja concluída. Outrossim, Dize-lhes: Ó Senhor meu, aumenta-te em sabedoria!”(Tá-Há 20:114)

O versículo acima ilustra que um conjunto semântico de versículos que nos fornece a informação completa sobre um assunto, e nos permite fazer um julgamento sobre esse assunto, também é chamado de “alcorão” por Deus. Este tipo de alcorão é a base de “A Ciência de Explicar o Alcorão”. De acordo com essa ciência, cada verso decisivo foi explicado em detalhes por outros versículos que são semelhantes ao verso explicado em alguns aspectos, formando assim um conjunto semântico junto com o explicado. Todo o Alcorão foi feito “claro” e “completo” desta forma por Deus.