Iddat e Sair da Casa

A mulher cujo marido tinha morrido não pode sair da sua casa por quatro meses e dez dias?

Iddat e Sair da Casa

Em relação à situação das mulheres cujo marido tenha morrido, Deus diz:

وَالَّذِينَ يُتَوَفَّوْنَ مِنكُمْ وَيَذَرُونَ أَزْوَاجًا يَتَرَبَّصْنَ بِأَنفُسِهِنَّ أَرْبَعَةَ أَشْهُرٍ وَعَشْرًا فَإِذَا بَلَغْنَ أَجَلَهُنَّ فَلاَ جُنَاحَ عَلَيْكُمْ فِيمَا فَعَلْنَ فِي أَنفُسِهِنَّ بِالْمَعْرُوفِ وَاللّهُ بِمَا تَعْمَلُونَ خَبِيرٌ

“Quanto àqueles, dentre vós, que falecerem e deixarem viúvas, estas deverão aguardar quatro meses e dez dias. Ao cumprirem o período prefixado, não sereis responsáveis por tudo quanto fizerem honestamente das suas pessoas, porque Deus está bem inteirado de tudo quanto fazeis.” (Al Bácara | A Vaca 2:234)

De acordo com esse versículo, as mulheres cujo marido tenha morrido devem esperar “iddat” por quatro meses e dez dias. A mulher não pode se casar com outra pessoa antes do fim do período de iddat. A proibição é limitada apenas a isso, não há outra proibição além do casamento.

As mulheres que são requeridas a não sair de casa enquanto esperam iddat são as mulheres divorciadas pelo marido. Para àquelas mulheres nesta situaçao não sair da casa significa não deixar a casa. Caso contrário, elas podem sair por qualquer necessidade durante a o período de iddat.