A Relação Entre Alcorão e Fitra

Pode nos contar sobre a relação entre o Alcorão e Fitra?

A Relação Entre Alcorão e Fitra

O homem vive com as revelações (sinais) de Deus desde o nascimento até a morte. Deus, o Todo Poderoso diz:

سَنُرِيهِمْ آيَاتِنَا فِي الْآفَاقِ وَفِي أَنفُسِهِمْ حَتَّى يَتَبَيَّنَ لَهُمْ أَنَّهُ الْحَقُّ أَوَلَمْ يَكْفِ بِرَبِّكَ أَنَّهُ عَلَى كُلِّ شَيْءٍ شَهِيدٌ

“De pronto lhes mostraremos os Nossos sinais em todas as regiões (da terra), assim como em suas próprias pessoas, até que lhes seja esclarecido que ele (o Alcorão) é a verdade. Acaso não basta teu Senhor, Que é Testemunha de tudo?” (Fússilat | Os Detalhados 41:53)

Os versos de Allah não são apenas aqueles no Alcorão. Em todos os seres, nos céus, na terra, nos animais, nas plantas, consequentemente em nossos próprios corpos. Allah Todo-Poderoso diz:

وَفِي الْأَرْضِ آيَاتٌ لِّلْمُوقِنِينَ * وَفِي أَنفُسِكُمْ أَفَلَا تُبْصِرُونَ

“Na terra, há sinais para os que estão seguros na fé.

Também (os há) em vós mesmos. Não vedes, acaso?” (Az Záriat | Os Ventos Disseminadores 51:20-21)

Ao olhar para esses versículos, todo ser humano pode chegar a uma conclusão completa sobre a existência e a unidade de Deus. Portanto, em todas as religiões e sociedades, existe uma crença em Deus. Deus, o Todo Poderoso diz:

وَلَئِن سَأَلْتَهُم مَّنْ خَلَقَ السَّمَاوَاتِ وَالْأَرْضَ وَسَخَّرَ الشَّمْسَ وَالْقَمَرَ لَيَقُولُنَّ اللَّهُ فَأَنَّى يُؤْفَكُونَ * اللَّهُ يَبْسُطُ الرِّزْقَ لِمَن يَشَاء مِنْ عِبَادِهِ وَيَقْدِرُ لَهُ إِنَّ اللَّهَ بِكُلِّ شَيْءٍ عَلِيمٌ *

وَلَئِن سَأَلْتَهُم مَّن نَّزَّلَ مِنَ السَّمَاء مَاء فَأَحْيَا بِهِ الْأَرْضَ مِن بَعْدِ مَوْتِهَا لَيَقُولُنَّ اللَّهُ قُلِ الْحَمْدُ لِلَّهِ بَلْ أَكْثَرُهُمْ لَا يَعْقِلُونَ

“Se lhes perguntas: Quem criou os céus e a terra e submeteu o sol e a lua? Eles respondem: Deus! Então, por que se retraem?

Deus prodigaliza e restringe a subsistência a quem Lhe apraz, dentre os Seus servos, porque Deus é Onisciente. 

Se lhes perguntas: Quem faz descer a água do céu e com ela vivifica a terra, depois de haver sido árida? Respondem-te: Deus! Dize: Louvado seja Deus! Porém, a maioria é insensata.” (Al ‘Ankabut | A Aranha 29:61-63)

قُلْ مَن يَرْزُقُكُم مِّنَ السَّمَاء وَالأَرْضِ أَمَّن يَمْلِكُ السَّمْعَ والأَبْصَارَ وَمَن يُخْرِجُ الْحَيَّ مِنَ الْمَيِّتِ وَيُخْرِجُ الْمَيَّتَ مِنَ الْحَيِّ وَمَن يُدَبِّرُ الأَمْرَ فَسَيَقُولُونَ اللّهُ فَقُلْ أَفَلاَ تَتَّقُونَ * فَذَلِكُمُ اللّهُ رَبُّكُمُ الْحَقُّ فَمَاذَا بَعْدَ الْحَقِّ إِلاَّ الضَّلاَلُ فَأَنَّى تُصْرَفُونَ

“Dize: Quem vos agracia com os seus bens do céu e da terra? Quem possui poder sobre a audição e a visão? E quem rege todos os assuntos? Dirão: Deus! Dize, então: Por que não O temeis?

Tal é Deus, vosso verdadeiro Senhor; e que há, fora da verdade, senão o erro? Como, então, vos afastais?” (Yunis | Jonas 10:31-32)

O dever do homem é acreditar que Deus é único e adorar só Ele. Quem não faz isso cai no shirk, em outras palavras, eles atribuem divindade aos outros seres que não seja Deus.

Shirk é atribuir parceiros a Deus. Isso é ver um ou mais dos Seus atributos em outro ser. Estes seres às vezes são um desejo da própria pessoa, mas são principalmente os sábios e os monges que são considerados próximos de Deus. Considera-se que sábios e os monges são mediadores entre Deus e o homem, sendo considerados meio humanos e meio deus. Os cleros os representam. Uma vez que o contato com o parceiro de Deus é considerado como estando em relação com Deus, o clero abusa a religião dessa maneira. Tem um verso na Surata Al Fatiha que é recitamos em todas nossas orações:

إِيَّاكَ نَعْبُدُ وإِيَّاكَ نَسْتَعِينُ

“(Ó Deus!) Só a Ti adoramos e só de Ti pedimos ajuda!” (Al Fatiha | A Abertura 1:4)

Os muçulmanos que cumprem a necessidade deste versículo vivem  uma vida religiosa que está longe de shirk e ser abusado. Deus, o Todo Poderoso diz o seguinte:

إِنَّ اللّهَ لاَ يَغْفِرُ أَن يُشْرَكَ بِهِ وَيَغْفِرُ مَا دُونَ ذَلِكَ لِمَن يَشَاء وَمَن يُشْرِكْ بِاللّهِ فَقَدِ افْتَرَى إِثْمًا عَظِيمًا

“Deus jamais perdoará a quem Lhe atribuir parceiros; porém, fora disso, perdoa a quem Lhe apraz. Quem atribuir parceiros a Deus cometerá um pecado ignominioso.” (An Nissá | As Mulheres 4:48)

Existem os princípios e leis da criação, mudança e desenvolvimento que constituem a estrutura básica dos seres humanos e de todos os seres que se chama fitra. (O conceito de fitra participa na história da ciência e filosofia europeias como a filosofia do ser e é chamado de ontologia nos últimos trezentos anos.) A estrutura e o funcionamento dos céus, da terra, das pessoas, dos animais, das plantas, isto é, tudo está de acordo com ela. Estas também são as leis básicas em ciência, tecnologia e relações humanas. A religião do Islã está em harmonia plenamente com essas leis. Pois é Deus quem criou essas leis. Ele diz o sequinte:

فَأَقِمْ وَجْهَكَ لِلدِّينِ حَنِيفًا فِطْرَةَ اللَّهِ الَّتِي فَطَرَ النَّاسَ عَلَيْهَا لَا تَبْدِيلَ لِخَلْقِ اللَّهِ ذَلِكَ الدِّينُ الْقَيِّمُ وَلَكِنَّ أَكْثَرَ النَّاسِ لَا يَعْلَمُونَ

“Volta o teu rosto para a religião monoteísta. É a obra de Deus, sob cuja qualidade inata Deus criou a humanidade. A criação feita por Deus é imutável. Esta é a verdadeira religião; porém, a maioria dos humanos o ignora.” (Ar Rum | Os Bizantinos 30:30)

A pessoa que cumpre a religião do islã cumpre a fitra, isto é, cumpre as regras completas que desenvolvem e mudam todos os seres e ele fica em plena harmonia com o reino dos seres. Formações que perturbariam essa harmonia também perturbam o indivíduo, a sociedade e o meio ambiente. Deus, o Todo-Poderoso diz:

أَلَمْ تَرَ أَنَّ اللَّهَ يَسْجُدُ لَهُ مَن فِي السَّمَاوَاتِ وَمَن فِي الْأَرْضِ وَالشَّمْسُ وَالْقَمَرُ وَالنُّجُومُ وَالْجِبَالُ وَالشَّجَرُ وَالدَّوَابُّ وَكَثِيرٌ مِّنَ النَّاسِ وَكَثِيرٌ حَقَّ عَلَيْهِ الْعَذَابُ وَمَن يُهِنِ اللَّهُ فَمَا لَهُ مِن مُّكْرِمٍ إِنَّ اللَّهَ يَفْعَلُ مَا يَشَاء*

“Não reparas, acaso, em que tudo quanto há nos céus e tudo quanto há na terra se prostra ante Deus? O sol, a lua, as estrelas, as montanhas, as árvores, os animais e muitos humanos? Porém, muitos merecem o castigo! E quem Deus afrontar não achará quem o honre, porque Deus faz o que Lhe apraz.” (Al Hajj | A Peregrinação 22:18)